MESA-REDONDA DISCUTE RELAÇÕES ENTRE PSICOLOGIA E LAICIDADE

MESA-REDONDA DISCUTE RELAÇÕES ENTRE PSICOLOGIA E LAICIDADE


Evento marca o lançamento de comissão especial no CRP 01/DF

Marcando o lançamento da Comissão Especial de Psicologia e Laicidade, o Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (CRP 01/DF) recebeu, na última quinta-feira (05), as professoras Tatiana Lionço e Marta Helena de Freitas.

Na oportunidade, Tatiana Lionço fez um apanhado das discussões sobre laicidade e exercício profissional no âmbito do Sistema Conselhos de Psicologia, destacando uma nota técnica que vem sendo elaborada com contribuições dos diversos conselhos regionais e Conselho Federal de Psicologia (CFP) e que deverá ser apreciada na próxima Assembleia de Políticas, da Administração e das Finanças (APAF).

“Nesse contexto onde forças religiosas na política têm aviltado a nossa prática profissional, seja na tentativa de derrubar normativos da Psicologia ou de enfraquecer a atuação dos conselhos, precisamos estar atentos aos espaços que ocupamos como psicólogas e psicólogos”, ressaltou a professora.

Marta Helena de Freitas, por sua vez, apresentou uma síntese das discussões sobre Psicologia e laicidade dos pontos de vista teórico, ético e prático, esclarecendo conceitos como subjetividade, espiritualidade, religiosidade e religião.

“Não podemos silenciar questões tão importantes em nosso exercício profissional, como a construção das subjetividades a partir de questões como religiosidade, gênero e raça, mas devemos ter sempre em mente que essas colocações devem partir do paciente, cliente ou usuário do serviço psicológico e nunca de convicções pessoais do profissional de Psicologia”, pontuou Marta.

“A espiritualidade é uma dimensão fundamental da experiência subjetiva, mesmo para aqueles que não professam nenhuma religião”, completou Tatiana Lionço. A professora destaca em seus estudos a importância da orientação profissional sobre laicidade no exercício da Psicologia, de modo a esclarecer os profissionais sobre os limites e as possibilidades de intervenção, dada a diversidade cultural brasileira e o histórico de discriminação de minorias políticas.

A mesa-redonda foi coordenada pela conselheira presidenta do CRP 01/DF, Thessa Guimarães, com o apoio do conselheiro tesoureiro e coordenador da Comissão Especial de Psicologia e laicidade, Rafael Gonçalves.

Acesse aqui a galeria de fotos.

 

<< Ver Anterior Ver Próximo >>