Bem-Vinda(o)!

O CRP 01/DF está de cara nova!

Mas se você quiser ainda é possível acessar o site antigo no menu acima


III JORNADA BRASILIENSE DE PREVENÇÃO EM SAÚDE MENTAL NO TRABALHO

III JORNADA BRASILIENSE DE PREVENÇÃO EM SAÚDE MENTAL NO TRABALHO


Participe!

 

O Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (CRP 01/DF), com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e da Associação Brasileira de Psicologia Organizacional e do Trabalho (SBPOPT), traz, em sua terceira edição, a discussão sobre um tema bastante complexo e que merece especial atenção: a saúde mental do trabalhador brasileiro (ou a falta dela). Segundo dados do INSS, TMC (Transtornos Mentais e Comportamentais) são a terceira maior causa de incapacidade para o trabalho e, entre 2012 e 2016, representaram 79% dos afastamentos. Mas por que tem crescido tanto o número de afastamentos com este tipo de transtorno? Por que é tão difícil prevenir?

Devemos enxergar de uma forma ampla e crítica o lugar do trabalho em nossas vidas, nas instituições de ensino e nas autarquias, tanto de regulação quanto de fiscalização e gestão. Atualmente, o Ministério do Trabalho foi transformado em Secretaria do Trabalho no Ministério da Economia, mostrando a verdadeira face que se logra o trabalho nos modos de gestão: valores econômicos e de produtividade somente. Passamos por uma recente reforma trabalhista que trazia consigo um forte discurso de empregabilidade vinculado a indicadores essencialmente econômicos. Porém, não colhemos estes indicadores positivos, nem mesmo melhorias na qualidade de vida dos trabalhadores. Foram ignorados fatores como a segurança jurídica dos trabalhadores em seus empregos, bem como a sua integridade física e mental e sua dignidade. Os vínculos trabalhistas se tornaram mais precários, sujeitando que trabalhadores busquem formas cada vez mais precárias de trabalho. Contudo, os riscos psicossociais no ambiente de trabalho têm sido relativizados a um processo de culpabilização e responsabilização do próprio trabalhador, cabendo a este se contentar com um ambiente de trabalho precário e hostil. Práticas de assédio moral, pressões para infrações éticas e/ou de normativos, pressões para diminuir a qualidade de entrega do trabalho mascarados em discursos positivistas se tornaram enormes riscos à saúde mental dos trabalhadores e trabalhadoras.

Na terceira edição desta Jornada, buscaremos debater sobre o contexto atual, trazendo a responsabilidade também para diretrizes e setores de Gestão de Pessoas, bem como na formação ética de profissionais que ocupem estes espaços, unindo conhecimentos e práticas em prol de um ambiente de trabalho mais respeitoso, construtivo e seguro.

Programação:

8:30 – Credenciamento

9:00 – Mesa de abertura

9:30 – Conferência de abertura: “Gestão eticamente sustentável: integridade, gestão de pessoas e saúde mental no trabalho”

10:30 – Mesa redonda: “Trabalho e Saúde do Trabalhador no Brasil”

12:00 – Intervalo

13:30 – Mesa-redonda: “Gestão de pessoas e saúde mental no serviço público: propostas e experiências”

15:45 – Intervalo

16:00 – Mesa-redonda: “Aspectos periciais do acidente de trabalho por transtorno mental e comportamental”

17:45 – Encerramento

Local: Auditório Térreo do Bloco A da Esplanada dos Ministérios

Link para inscrição: https://forms.gle/faCiWNmqPqxgdCmQ7

Vagas limitadas!


Data: 29/04/2019 Horário: 08:30 - 18:00
Localização: Auditório Térreo do Bloco A da Esplanada dos Ministérios