Participe da I Jornada Brasiliense de Prevenção da Saúde Mental no Trabalho

programacao-jornada-pot-edit

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu que o dia 28 de abril seja lembrado como o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. No ano de 2016, foram concedidos 10.588 auxílios acidentários cujos diagnósticos são de transtornos mentais (Fonte: Anuário Estatístico da Previdência Social). Destes, 3.614 foram concedidos por reação ao “stress” e transtornos de adaptação (F43) e 2.546 por episódios depressivos (F32). No ano de 2015, estas mesmas estatísticas configuravam em número menor: 8.884 dos auxílios acidentários foram diagnosticados por transtornos mentais, sendo que 2.899 por reação ao “stress” e transtornos de adaptação (F43) e 2.071 por episódios depressivos (F32). De 2004 a 2013, o número de auxílios-doença acidentários com CID F (com nexo laboral) cresceu 1964% (Fonte: Sistema Único de Benefícios).

São números expressivos e que mostram aumento da incidência destas doenças no mundo do trabalho. Trata-se de doenças que podem ser incapacitantes, podendo levar, inclusive ao suicídio. No entanto, como as empresas e instituições estão gerindo estes casos? Como as autarquias designadas para tal finalidade tem feito a fiscalização, orientação e/ou o acompanhamento que lhes são cabíveis? Esta Jornada tem, como objetivo, promover o debate entre as partes interessadas de forma a gerar maior proximidade na atuação, bem como na prevenção de que estes diagnósticos venham a diminuir.

Público-alvo: profissionais e estudantes de Psicologia, direito, medicina, serviço social, administração e profissionais que atuem na área.

As inscrições serão feitas somente pelo link:

https://docs.google.com/forms/d/127J1MlNvssXFoN1QEVEyBEoYujkkFpjCRmE6HfQ5NVE/edit?ts=58f60a9d

Informações:https://www.facebook.com/I-Jornada-Brasiliense-de-Prevenção-da-Saúde-Mental-no-Trabalho-279186169204267/. E e-mail para contato: saudetrabalhadordf@gmail.com